CHOCONEWS: IGREJAS DOS EUA ADOTAM GAME PARA ATRAIR PÚBLICO JOVEM

Segundo informações publicadas na edição deste domingo do "The New York Times", dezenas de igrejas e de pastores protestantes e evangélicos dos Estados Unidos estão adquirindo televisores e consoles de videogames Xbox 360 e organizando disputas noturnas de partidas de Halo 3, na esperança de atrair mais fiéis entre os jovens americanos.

O novo jogo chegou às lojas há duas semanas e, segundo informações divulgadas pela Microsoft, já faturou US$ 300 milhões em vendas. Segundo especialistas, a nova moda se assemelha aos grupos de idosos que disputavam bingos, sendo que, desta vez, dezenas de jovens com idades entre 14 e 17 anos freqüentam as igrejas nas noites de culto para disputar partidas de Halo 3. Nas noites de sábado, é comum encontrar jovens na Igreja da Comunidade de Colorado, em Denver, travando combates em grupo na tela da televisão.

- É divertido explodir aliens - descreve o jovem Tim Foster, de 12 anos, em entrevista ao "New York Times"

Os novos hábitos, entretanto, têm levantado discussões sobre até onde as igrejas são capazes de ir para conquistar novos fiéis, segundo o jornal. Em mensagem aos pais dos jovens que freqüentam a pequena igreja de Denver, o pastor Gregg Barbour garante que os jovens ficam no ambiente para assistir as mensagens cristãs mesmo após as cenas de violência no Halo 3.

- Deus nos nomeou pescadores de fiéis. Acho que estamos sendo bem sucedidos em nossas iscas - disse, em mensagem.

E você chocólatra? O que acha disso? Será que realmente precisamos de jogos para atrair pessoas à igreja? Será que a mensagem de Deus não é suficientemente atraente? Será que estamos transmitindo o evangelho da maneira que Deus gostaria? DÊ SUA OPINIÃO!

2 comentários:

Anônimo disse...

Penso que toda forma de violência
deve ser combatida;de que adianta trocar apenas o nome dos personá
gens se a motivação(violêcia)é a
mesma...Creio que devemos mais doque nunca buscar a sabedoria que vem do alto para que não caiamos numa sutil cilada destes últimos
dias...
"tudo nos é permitido mas nem tudo nos convém"
Graça e paz à todos!
Marisa

Vívi disse...

Infelizmente...a situação em que a igreja se encontra é essa...

Realmente...será que nos não estamos mais transmitindo a palavra? Ou será que as pessoas querem um evangelho de comodismo, diversão e novidades?

Postar um comentário